28 de jun de 2010

Futebol, música, alegria e beleza



Brasil 3 x 0 Chile

Sempre achei que futebol e música têm muita coisa em comum. Um bom ‘conjunto’ musical, assim como um bom time, têm que ter um ritmo, harmonia e destaques na hora certa, como se fosse um gol-solo.. Bateria e baixo seria a ‘defesa’, teclados e base o ‘meio-campo’ e guitarra solo o ataque. Mas todos se destacam e ate, às vezes, marcam seus gols. É um verdadeiro trabalho de equipe.

A vitoria do Brasil de 3 a 0, hoje, contra o Chile, me fez pensar nisso. Alem do futubol bonito, que finalmente o time brasileiro parece ter encontrado, nos dando quase certeza de que estará nas finais, trouxe também muitas outras coisas boas. A alegria das pessoas, a beleza das torcedoras, e acima de tudo, a musica. O pais como que se encontra consigo mesmo e com suas mais belas coisa: não existem jogadores brancos, negros, gaúchos, paulistas, mineiros, nordestinos: são todos brasileiros, desde que joguem bem. Até algum vacilo e’ eventualmente perdoado, desde que mostre amora a esta camisa verde-amarela, símbolo deste país único no mundo, onde diferenças de raças, credos, categoria social nunca foram muito levados a sério, com toda razão.

E nestas horas de comemorar o que vemos é a boa musica brasileira: seja o maracatu e frevo do nordeste, o Olodum e trio elétrico dos baianos, o samba carioca, a síntese musical mineira, enfim, cada território deste imenso país festejando com suas características próprias – mas, felizmente, bem longe dos péssimos estilos de pseudo-musica que normalmente a mídia e outros interesses nos impõe como sendo ‘sucesso’. Nessa hora o que mais autentico de nós aparece na música, acompanhando nosso futebol, único no mundo.

Temos certeza que esta nação irmanada e levando toda sua boa energia para nossa seleção, podemos ser, mais uma vez não so campeões mas também mostrando o melhor futebol do mundo, a maior alegria de um povo, com uma musica e uma alegria e beleza contagiante que só nos temos por aqui. Vamos em frente, até a final da Copa, e esperamos que o que a equipe mostrou hoje continue so a melhorar para sermos tudo o que nosso povo brasileiro merece: Hexa-Campeões de futebol. Afinal, se Pelé pode ser considerado o Jimmy Hendrix do futebol, ainda temos Garrincha, Tostão, Zico, Reinaldo, Kaká, Robinho e muitos outros. Afinal, são tantos craques que aparecem por aqui que cada torcedor escolhe os seus. Estamos acostumados com nossa arraigada liberdade, vinda de conviver e mesclar etnias distintas – que não tem igual no mundo. Então, apesar de tantas dificuldades, uma pausa para sonhar! – com o futebol, a beleza, a música e a alegria.

Vamos em frente, Brasil!!!!!!!!!!!!

Vermelho 14 Bis