16 de mar de 2010

25 anos de Biquíni Cavadão


25 anos de Biquini Cavadão

Quando fizemos nossa primeira apresentação no Circo Voador com um repertório de apenas quatro músicas, não imaginava que vinte e cinco anos depois estaria ainda aqui tocando e cantando com esta banda de nome esquisito: Biquini Cavadão.
Naquela noite, o show Medidas de Impacto trazia atracões como a banda brasiliense Escola de Escândalos e o grupo Anjos e Arranjos. Acho que fomos a última banda a se apresentar. O dia não estava nascendo mas talvez esta já fosse nossa sina, fechar a noite. O nome do show era uma alusão a uma frase do recém eleito presidente Tancredo Neves. Ele que disse que tomaria as tais medidas de impacto assim que assumisse. Não assumiu e todos sabemos como terminou esta história. Outro texto interessante e que explica bem o porquê de celebrarmos nosso aniversário nesta data está escrito, escrito em 2000.
“Boa noite, nós somos o Biquini Cavadão e nossa primeira música é um Tédio!”. Subíamos ao palco com uma canção razoavelmente conhecida. Ela já estava tocando há quatro meses na Rádio Fluminense, berço das principais bandas do boom dos anos 80 e passaporte de muitos que ali tocaram para o primeiro contrato com uma gravadora.
Acontece que não tínhamos mais nenhuma música além dessa e, ao ser interrogado na gravadora por Marcelo Castelo Branco sobre o repertório, o jeito foi dizer que “tínhamos muitos projetos”! E com esta lorota, assinamos! Logo estávamos no estúdio em Janeiro de 85, em pleno Rock In Rio, gravando Tédio e um de nossos projectos: No Mundo da Lua, escolhida por nós como Lado B do compacto de vinil que nos lançaria pela PolyGram. Durante os meses seguintes, compusemos mais outras duas: TImidez e Inseguro de Vida. Ah, e tinha uma versão pornô de Tédio também, de fazer o MC Catra corar! A gravadora apostava suas fichas nesta versão mas não houve jeito de gravarmos. Como uma piada no meio do show, tudo bem. Lançá-la seria uma estupidez.
O show naquela noite assim - corrigindo - teve cinco músicas, e o tempo voou naquele palco. Quanto tempo mais teríamos além dos famosos 15 minutos de Andy Wharol? Poucos, acreditávamos. A banda mais longeva que eu conhecia eram os Rolling Stones e eles estavam comemorando uns 23 anos de carreira naquele ano de 85. O que pensar de nós? Com sorte, 23 meses! Não por menos, segui a faculdade por mais dois anos até perceber que conciliar a agenda e as matérias de engenharia era impossível, graças ao sucesso da banda.
Sempre comparo a vida e nossos objetivos como um barco no meio do mar: ou você rema para onde quer e enfrenta ondas e correntezas onde muitos naufragam, ou estende a vela e deixa os ventos soprarem para te levar aonde você nunca imaginou. Acho que apostamos no segundo caso em relação à banda. Vento ventania nos levou para muitos lugares incríveis, mas tivemos de saber quando e como remarmos para não ficarmos encalhados. Os anos passaram e por tudo também passamos. O Biquini teve momentos de pura explosão e sobreviveu também a longos períodos de ostracismo. Entretanto, de todas estas fases, eu tenho que dizer: estamos vivendo nossos melhores anos agora. Em nº de shows esta década reúne 6 anos entre nossas dez melhores marcas, contra 3 nos anos 90 e apenas um na década de 80. São shows por todo país, cobrindo praticamente todos os estados. Em cada lugar, uma nova descoberta nossa, uma renovação do público e um sucesso que, se não é visível nas telas de TV, pelo menos não sai da cabeça da galera. Sem puxar o saco de ninguém, sem ser queridinho, mas fazendo o que a gente gosta, só posso agradecer a todos que nos respeitam, que apostaram ontem, hoje e sempre, por nos manter nesta caminhada.


A Miguel, Coelho e Birita. É bom estar com vocês, 25 anos depois. Á nossa equipe, cada show é uma vitória que todos nós conquistamos.

Aos fãs, obrigado por deixarem a gente fazer parte da trilha sonora de vocês!

Bruno Gouveia


Reportagem retirada do site : http://www.biquini.com.br/blog/?p=1258

PARABÉNS AO BIQUÍNI CAVADÃO pelos 25 anos de carreira !!!

Homenagem do FCAP OFICIAL 14 BIS

Um comentário:

BIQUINEIROS DO BRASIL disse...

Interação entre fãs de bandas,muito legal,quem sabe aconteça esse encontro no palco,
num estudio!
"Quem acredita sempre alcançaaaa
ôôô"